sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

...

 é que as vezes eu me sinto assim:
 dividida dentro de mim,
 sem entender o que sou.
 Ora querendo ser inteira, outras intensa!
 E nessa imensa dança da vida,
 continuo meus passos e movimentos,
 esperando e sendo esperada,
 desejando sempre algo além..."


By Elisa

Nenhum comentário:

Postar um comentário