quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

ABSTRATO

Me sinto tão perto e tão longe,
Tão perto do nada e tão longe de tudo!

By Elisa

Um comentário: